Maísa. Menina “prodígio” que “estourou” no Programa Raul Gil. Logo depois, Silvio Santos descolou uns R$ 20.000 por mês de salário pra ela e a transformou no novo fenômeno das manhãs. Desbancou (e sacaneou) a Xuxa na audiência. Depois passou a trabalhar aos domingos e etc. Aqui tem a discussão sobre trabalho infantil, ética e o escambau. Sou contra e acho que ela, na verdade, é um anão. Ou um robô. Ou qualquer outra coisa que não uma criança de, o quê, 5 anos?

Mallu. Menina “prodígio” que “estourou” na internet (conversa fiada, jabá puro...). Logo depois, ela assinou contrato com gravadora e até arrumou um shake árabe. Ou um terrorista da Al Qaeda, não dá pra saber ao certo . Não dá mais (ainda bem) para assistir televisão, tampouco aderir aos sites “especializados”. Quero dizer que essas duas meninas são sucesso há um bom tempo (eu sabendo disso ou não) e, realmente, o que há de sincero e honesto nesse sucesso?

O caso da Maísa é mais fácil de observar incoerências (dos pais, do SBT), mas essa Mallu é o que?! Tudo parece muito artificial. Espontaneidade forjada. Igual aquela sua foto do site de relacionamentos, sabe? Pois é. Até fui atrás de algumas músicas [pois se a arte é boa, a idiotice pessoal não é relevante, dependendo.] Mas, de novo, artificial e forçado. De bom mesmo só as influências folk e blues declaradas por ela (só as originais, claro). Se bem que o som que ela faz seria como se o Felipe Dylon tocasse músicas do Bob Dylan (ah, que engraçado trocadilho.)



Mas aí é questão de gosto. Ou não. Porém, contudo, todavia e entretanto, por que diabos ela tenta ser tão lesada? Não dá pra ser assim sem “querer”. Alguém poderia falar com ela, orientar, sei lá. Eu sei que tem o lance de empoderar a juventude, mas essa exposição ao ridículo é triste. Até a Maísa deve achar patético. Pô, Camelo, omissão é considerado maus tratos, hein?








www.DrPepper.com.br

Agora só falta a versão Magalhães.

5 Comments:

  1. o morto said...
    esta incitação da violência aqui no seu blog me inspira a deixar uma frase enigmática, juntando, bem juntado, alhos com bugalhos: "a carne é literal na pulsão"

    beijo,

    j.
    o morto said...
    tipo assim... pink-freud?
    Eduardo Chaves said...
    Mas a violência tá aí. Tá no nosso cotidiano, na mídia... Nesse caso, cabe a cada um optar por não fazê-la. Mas, intimamente, somos capazes de reconhecer nossa prórpia violência? Reconhecer isso é ser uma má pessoa?

    Talvez hoje a pulsão de morte venceu a da vida (não é vice-versa, pois você apertou o botão, certo?)

    Beijo =*
    Eduardo Chaves said...
    De fato, "a momentary lapse of reason" poderia ser creditado a ambos! =]
    ortegal said...
    oO´

    só sei que Maísa está sendo explorada, não tem consciencia do que faz e está sendo induzida a fazer algo que ela não sabe que não é bom pra ela (da mesma forma que induzir uma criança a roubar no mercado e dar a isso um tom de aventura). Além disso, é muito ruim depois da segunda vez que já se viu ela apresentando. De fato a infância dela está sendo violentada, na minha opinião. E semelhantemente é o que acontece com a Mallu. Concordo contigo, Eduardo, tem algumas músicas que são boas, mas as que são ruins são uma porcaria adolescente exprimindo suas coisinhas que podem até ser legais pra si mesmo durante a adolescência, mas o restante das pessoas não gosta e nem ela vai gostar de ouvir tanto 'pa pa pa tchubiru thururu' e 'hihihi'.
    Tá. Todo adolescente que tinha um interesse a mais por música sempre pensou em estar num palco, grande ou pequeno. Isso que ela tá vivendo é uma grande oportunidade, só que a mídia já fez questão de se apressar pra transformar isso numa rotina frenética de trabalho (com motorolla, comercial, isso e aquilo) e espremer a menina como se fosse um limão e quando verem que já não está saindo mais tanto suco, não tem problema, eles jogam esse limão fora e pegam outro, não importando se isso era vontade de ganhar dinheiro ou se isso era um sonho adolescente que se tornou numa intensa rotina de trabalho para agradar o mercado da música. Isso tudo também sem dúvida vai priva-la de viver o resto das áreas de sua adolescência. Além disso ela é muito jeca mesmo né... esse vídeo aí fala por si só.

    >)

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial